Seu jornal cultural sem fronteiras

Seu jornal cultural sem fronteiras

Jornal Litere-se

2020 é o ano de inovação da Litere-se como um todo! Passamos 2019 por poucas e boas e isso nos fez restruturar todos nossos modos de fazer Literatura, de mover Literatura! 2020 é o ano que completamos 3 anos como editora. E é o ano que a gente mais vai apostar em lançamento de vários projetos. Pois praticamente tudo mudou por aqui, só o que jamais vai mudar,  é a nossa mania de inovar sempre! Nós somos viciados em criar projetos, livros, novos eventos e tudo mais que nos mantenha acesa a chama do amor que temos pelo que fazemos.

E é da necessidade de transformação que nasce o Jornal Litere-se! Começamos como revista, já tivemos programa na rádio, e agora é a vez do jornal, em breve TV no Youtube, tudo isso junto! Pois quanto mais projetos a gente cria, mais portas a gente abre para você escritor, produtor cultural!

O Jornal Litere-se irá trazer uma vasta apresentação de temas dos mais diversos dentro do meio editorial e cultural e de forma bem descontraída. Visual nada clichê. HQ’s dentro do jornal e muito mais!

A Litere-se nasceu na periferia, somos da Baixada Fluminense e por mais que a gente rode o mundo inteiro, jamais deixaremos de ser o que somos. E por isso, o Jornal Litere-se vai rodar gritando arte das periferias daqui e do mundo até a zona Sul (quem bem lá no fundo também tem seus subúrbios). Não importa de onde você produz, importa o que sua luta te faz produzir e é isso que queremos trazer no jornal.

Muitos acham que a Litere-se é regional por nos ver sempre lutando aqui pela nossa Baixada, mas a verdade é que a Litere-se é plural e sempre foi! Assim como os livros, nós gostamos de voar entre mundos e culturas. Desde o início da editora, publicamos a galera da Baixada e galera de Portugal e em nossas revistas já teve galera da Itália, da França e por aí vai. E é isso que o mais bonito! Para cultura não exitem fronteiras.

O Jornal Litere-se será o seu jornal sem fronteiras! Onde por meio das letras você vai poder viajar para periferia do Rio ou lá para Europa. Pois todos nós podemos rodar um mundo inteiro, desde que cada um de nós saiba o caminho para onde voltar!

Conte com a Litere-se em mais essa jornada! Em breve notícias de como você pode ser notícia no Jornal Litere-se!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *